Anuncie Aqui

Adolescentes criam “economia de troca” nas redes sociais

 

Mesmo com as particularidades da web, a geração Z reconstrói todo o cenário

Os adolescentes têm criado um estilo totalmente novo de se comunicar nas redes sociais e criaram até uma linguagem própria.

Um dos primeiros jeitos únicos de usar o Instagram pela Geração Z (nascidos de 2000 a 2010) foi a criação das contas “Dixx.”. E o que elas são?

Trata-se de uma segunda rede em seu nome, entretanto, mais privada e só que para os amigos mais próximos, enquanto a conta pessoal fica para a família e interações em geral.

Mas o consultor em novas tecnologias, redes sociais e assuntos ligados à internet, Armindo Ferreira, notou um comportamento diferente dos jovens acessando perfis de celebridades internacionais.

Um desses exemplos é a Kylie Jenner, empresária norte-americana que conta com mais de 100 milhões de seguidores numa rede social de fotos.

“Eu percebi que os jovens criaram uma espécie de economia social compartilhada de interações nas redes sociais, onde as curtidas, comentários e até elogios em fotos são trocados de uma forma mais orgânica, com dialeto próprio”, explica.

Ao olhar os perfis, Armindo observou milhares de comentários de uma palavra em cada foto: “lb, lb, lb, lb, first, lb, first, lb, line”. Depois da descoberta, foi a hora de ver se o fenômeno também se repete no Brasil.

Sim! Uma passada rápida nos últimos comentários de qualquer mega celebridade brasileira terá as versões em Português desse novo jeito de se comunicar: “SDV, U, UTM, Ultima, Elgs na ult, Ult RTB Agora, 3, 3, UTL, 2×2, 1×1”.

E o que é essa “moeda social”?

Esses enigmas possuem significados, que podem ser compreendidos quando avaliados com mais intensidade no mundo dos adolescentes.

“SDV”, que é a expressão mais conhecida, significa “Sigo de Volta” um código para dizer que a pessoa irá seguir qualquer outra que a adicionar na rede social de fotos.

“Ult” em suas diversas variações é um pedido para curtir a última foto e que esse “favor” será retribuído.

“É importante notar que adolescentes usam o Instagram de forma muito diferente do que os adultos e os negócios: eles valorizam likes e comentários dos seguidores e, com frequência eliminam fotos se não tiverem likes suficientes”, ressalta Ferreira.

Segundo o especialista, mutuamente eles se reúnem em torno de perfis de celebridades para criar uma rede de confiança e troca de moedas sociais.

E, então, vão comentando, curtindo e esperando o retorno desse “trabalho”, que parece um ritual cansativo para adultos, mas para os adolescentes que contam com um tempo extra e precisam de aceitação social parece fazer todo sentido.

Em testes realizados com essa finalidade, a volta dessa troca muitas vezes acontece em segundos, provando a veracidade dessa nova forma de interação nas redes sociais.

Saiba mais sobre essa moeda de troca dos adolescentes no Instagram

Em Inglês:

First Dê um like na minha primeira foto.
LB Retribuo seu like.
First x rows De like na minha primeira linha.
CB Comente uma foto minha que eu retribuo.

Em Português:

SDV Me segue que eu sigo você de volta.
U, UTM, Ult, etc Like na minha última foto.
RTB, RT Retribuo seu like ou comentário ou seguida.
3×3, 2×2 etc Números de fotos para curtir que serão retribuídas: curta três fotos minhas que eu curto três fotos suas, por exemplo.
Elg É um pedido de elogio em uma foto que será retribuído.

Gostou dessa matéria sobre a linguagem dos adolescentes na web? Então, deixe um comentário pra gente!

Serviço:

Armindo Ferreira – blogdoarmindo.com.br

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!

Hits: 53




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *