Anuncie Aqui

Ator que vive delegado de Pedra Santa fecha contrato com a TV Globo

Déo Garcez, que já acumula um extenso currículo de ator, se destaca em “O Outro Lado do Paraíso”

Déo Garcez já possui 12 novelas em sua trajetória, que passa pelas principais emissoras do País. E  como muitos artistas, sua raiz vem do teatro, dando a ele mais base para construir grandes papeis.

Ele estreou como ator de TV em “Xica da Silva”, de Walcyr Carrasco, na extinta Rede Manchete, onde também fez “Mandacaru”.

Depois, na TV Globo, fez “O Cravo e a Rosa”, do mesmo Walcyr, passando pelo SBT em “Canavial de Paixões” e “Carrossel”.

Na TV Record  esteve em diversas obras, entre elas “A Escrava Isaura”, “Prova de Amor”, “Caminhos do Coração”, “Os Mutantes” e “Promessas de Amor”.

Agora, em “O Outro Lado do Paraíso”, também de Carrasco, englobando 3 tramas do autor em seu portfólio, ele retorna à Rede Globo depois de 17 anos afastado.

Um ator que agradou em cheio

Com Glória Pires, que dá vida à personagem Duda, durante a trama das 21h.

Déo entrou para fazer uma participação como o delegado de Pedra Santa, cidade fictícia da novela onde a misteriosa Duda, interpretada por Glória Pires, está presa.

Seu trabalho gerou ótima repercussão e a emissora assinou contrato com o ator até o final da novela.

Além de sua interpretação, ele também conta com o “a mais” de que a personagem terá um longo caminho para desvendar suas verdades.

“Estou curtindo bastante fazer o delegado ‘Casca Dura’, um tipo bem diferente dos que tenho feito na TV. Em teatro já interpretei um delegado, que foi o Zeca Diabo, do Dias Gomes, na peça O Bem Amado”, conta.

Confira o nosso bate-papo exclusivo com o Déo Garcez!

Em Destaque Online – O que você vê de diferente da TV de quando começou para hoje?

Déo Garcez – Os recursos tecnológicos é o que mais posso destacar. Há um avanço incrível com relação há vinte dois anos nesse sentido, algo natural e visível.

O mercado de trabalho cresceu e, assim, existe também um aumento significativo com relação ao número de profissionais envolvidos, até por conta dos canais fechados, que hoje também produzem.

EDO – Como foi para você essa ótima aceitação do personagem, em uma novela com tantos nomes de peso?

DG –Está sendo fantástico! É algo que estou recebendo com naturalidade, pois sei que essa ótima aceitação é fruto de uma vida dedicada ao meu ofício de atuar, que é feito com amor, estudo e aprimoramento.

Estou aproveitando, curtindo e agradecendo cada instante dessa oportunidade do autor, o Walcyr Carrasco, por ter decido que eu continuasse na novela.

EDO – Em um universo em que tantos atores negros dizem que há poucos artistas negros nas novelas, o que você pensa disso?

DG – As oportunidades para os atores negros têm sido maiores se comparadas há uns vinte anos, porém, ainda há uma carência de personagens de destaque destinados a atores negros nas tramas.

Neste sentido parabenizo o Walcyr que sempre teve essa preocupação, haja visto a novela O Outro Lado do Paraíso.

EDO – Depois da novela, o que você tem de projetos para a sua carreira?

DG – Tenho feito e continuarei fazendo a peça “Luiz Gama – Uma Voz pela Liberdade”, de minha autoria.

É sobre a vida e a obra de Luiz Gama, este grande herói brasileiro que acaba de ser oficialmente declarado Patrono da Abolição da Escravidão do Brasil e também inscrito no Livro dos Heróis da Pátria.

A direção é de Ricardo Torres. No elenco estamos eu e a atriz Nivia Helen. A peça seguirá temporada em dois teatros já acertados aqui no Rio.

Nós, do Em Destaque Online, desejamos muito sucesso ao ator!

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!

Hits: 201




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *