Anuncie Aqui

Como evitar o suicídio dos adolescentes, um mal que vem acontecendo tanto?

Evitar o suicídio dos adolescentes é possível sim, porém, é necessário saber de qual tipo se trata e os sinais que eles dão de que estão prestes a isso

Muitos seriados têm usado o tema como foco central.

Entre eles “13 Reasons Why”, em que uma estudante do Ensino Médio se mata.

Então, por meio de 13 fitas gravadas, conta os motivos que a levaram a fazer isso.

A série “13 Reasons Why” aborda o tema e mostra sinais que muitos não percebem para evitar o suicídio dos adolescentes

De acordo com Eliete M M Fagundes, coordenadora do instituto Homeobrás, a ideia de suicídio pode surgir para o adolescente quando ele sente um atentado ao que é para si, mesmo temporariamente, o mais caro.

Pode tratar-se de um luto, de um desespero de amor ou sentimento de inadequação à vida.

E isso por carência afetiva, educativa, familiar, escolar, entre outros.

A especialista explica alguns tipos de homeopatias que agem de forma compatível a esses atos.

As personalidades homeopáticas possuem características físicas, emocionais e mentais específicas.

“Cada remédio, portanto, é dotado dessas peculiaridades e as pessoas que possuem sintomas semelhantes aos dos remédios poderão, então, serem tratadas com o remédio que mais se parece com ela”, explica.

A Lei do semelhante é o princípio universal da atuação de qualquer remédio homeopático.

Abaixo, seguem exemplos de remédios que possuem a predisposição para o suicídio

“Se há a identificação dos sintomas por qualquer pessoa, é imprescindível a orientação de um terapeuta homeopata que estará hábil para confirmar o melhor remédio a ser usado e em qual escala e dinamização seriam os mais adequados”, ressalta Eliete.

– Calcarea carbonica: suicídio de pedido de ajuda ou de “punição” (autopunição).

O adulto deste tipo se mata preferencialmente com arma de fogo ou por enforcamento.

Já o adolescente parece com mais frequência se asfixiar;

Pulsatilla: suicídio de luto (perda do amor), de pedido (o mais frequente), de chantagem, reprovações constantes dirigidas aos seus próximos, maneira culpabilizante de permanecer presente, de lembrança etc.;

Silicea: suicídio de luto de amor, de suas esperanças, quer seja de idealismo, de não-violência, de bondade universal.

Desse modo, geralmente usa de meio indireto.

Pode ser acidente de carro provocado, queda de um prédio durante uma bebedeira voluntária com esta meta e assim por diante;

Assim como Hannah Baker, do seriado, muitos enxergam em um “adeus” a única maneira de escapar de algo insuportável

Natrum muriaticum: em relação aos adolescentes, é o que parece totalizar o maior número de tentativas mais ou menos graves.

Suicídio de fuga, escapatória a uma situação sentida como insuportável.

A única forma de comunicação que lhe é possível é um adeus desesperado.

Então, tenta se fazer compreender, além da morte, o que não pode ser dito ou ouvido.

Pode ser feito por envenenamento, enforcamento ou asfixia;

– Lycopodium: o adolescente raramente se suicida.

Exceto em verdadeiro caso de descompensação depressiva, com motivações sentimentais ou morais evocando as de Silicea, ou por sentimento agudo de solidão.

Melancolia também é um sinal para evitar o suicídios dos adolescentes

Aurum metallicum: o jovem só se suicida se ele estiver em descompensação melancólica (por arma de fogo ou intoxicação);

Platina: suicídio de fuga (após fracasso escolar, universitário ou sentimental) e, às vezes, de vingança quando seu narcisismo é ferido.

Muitas tentativas são “sem sucesso”, até o dia que realmente acontece;

– Sepia: trata-se da fuga de uma vivência sofrida, o luto de um amor inconfessado e a punição (autopunição).

Também a vingança mais ou menos voluntária dirigida aos que não souberam retê-la, o pedido de ajuda, às vezes o sacrifício expiatório, o ordálio, a vida colocada em “jogo” para se autotestar;

Ser antissocial pode ser um sinal de alerta

Mercurius, Fluoric acidum, Nux vomica, Hepar sulphur: são com frequência adolescentes psicopatas, antissociais, vivendo em condições econômica, social e familiarmente desfavoráveis.

Sendo assim, notou-se a correlação frequente de um parente alcoólico na casa e problemas com a justiça.

Instáveis, provocadores (reivindicação e rejeição de qualquer ajuda) e intolerantes à menor frustração.

Por isso, sua impulsividade os leva a passagem à ação e os atos suicidários exibem as marcas de uma fixação desesperada de ódio contra si;

Argentum nitricum: suicídio de autopunição, com meios tão complicados que ele falha, porém, pode ficar lesado;

– Phosphorus: ato de sacrifício ou de “passagem” “para atingir um valor e um estado superior”.

Portanto, para evitar que algo aconteça, é importante familiares, membros da escola, amigos e todos ao redor ficarem atentos aos sinais diferentes nas atitudes de cada um.

“Muitas vezes é um ‘sinal de pedido de ajuda’, mas que passando em branco, pode resultar em algo inesperado”, finaliza Eliete.

Para saber mais sobre como evitar o suicídio dos adolescentes e outros assuntos relacionados, acesse www.homeopatias.com

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais!

Hits: 258




One thought on “Como evitar o suicídio dos adolescentes, um mal que vem acontecendo tanto?

  1. Walkíria Serrado

    Essa é uma triste realidade. Os pais devem ficar atentos a isso, principalmente na internet, em que os jovens se cortam e se esforçam por causa de jogos. Essa fase de querer se afirmar é complicada.

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *